Quando engravidei pela primeira vez, me lembro bem de algumas coisas que já tinha ouvido falar sobre a gravidez e que na minha cabeça, aconteciam com todo mundo. Acho que é bem comum para as mamães de primeira-viagem também pensarem sobre isso, e acabarem percebendo, ao final dos 9 meses, que nem tudo o que aconteceu com a vizinha acontecerá com você.

Pensando nisso, fiz uma listinha daquilo que me lembro de parecer bem comum a todas, e com as considerações sobre as minhas duas gestações (já estou incluindo a segunda, que acaba em menos de 8 semanas). :-)

Toda grávida fica (e se sente) linda:

Hum… sei não! Na gravidez do Thiago tive muuuuitas espinhas e meu nariz ficou mega inchado. O processo de transformação começou cedo: tenho fotos com 20 semanas e a pele simplesmente horrorosa! Resultado: Fiquei a gravidez toda esperando acordar de um dia para o outro linda e com a sensação de “estou maravilhosa”. Não me sentia linda, mas quero acrescentar que me sentia muito feliz, em nenhum momento reclamei da situação. Da Marília até que começou bem, mas nas duas últimas semanas comecei a achar a pele meio estranha. Ufa, ainda bem que falta pouco tempo! Rs

eugraviida era 1x

Na gravidez comemos por dois!

Bom, isso para mim ficou um pouco difícil de mensurar, uma vez que eu SEMPRE comi por dois. Sempre comi hiper bem, adoro comer de tudo: frutas, legumes e verduras, mas de vez em quando um lanche, pizza e brigadeiro também são bem-vindos! Costumo dizer que as vezes a comida é combustível para a gente ficar mais feliz! O que sinto na gravidez é um paladar um pouco mais aguçado, que percebe cada tempero e se permite experimentar um pouco mais…

Dá vontade de comer coisas estranhas, tipo sabão!

sabao era 1x

Então, eu não tive essa vontade. Já li muitos textos sobre isso ser real e que até pode estar ligado a carência de algumas vitaminas, mas nada comprovado. O fato é que eu conheço muita gente que realmente comeu sabão, tijolo, terra e até pomba durante a gravidez! Ainda bem que depois que o bebê nasceu, passou… rsrs.

Todos os cheiros do mundo são sentidos por nós.

Para mim, fato mais do que comprovado! Um simples perfume é sentido a distância, e muitas vezes cheiros que sempre amamos vão ficando um pouco mais desagradáveis, digamos assim… Me lembro que quando estava esperando o Thiago, meu marido usava um perfume que eu tinha até ajudado a escolher, mas durante os meses não aguentava mais quando ele saía do banho e o passava (coitado, todo cheirosinho…), até que um dia tomei coragem e soltei: “Amor, esse seu perfume está demorando para acabar, né?”. Ufa! Pelo menos até o nascimento do Thi, ele deixou de usá-lo! Agora, se isso pode acontecer com cheiros bons, imagine como eu enlouquecia com cheiros ruins!

E você, tem mais algum mito que vivenciou na sua gravidez?

Um abraço.

Cecília.

0 Likes
325 Views

You may also like

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter message.